A vitamina K é uma vitamina com propriedades anti-hemorrágicas. Ela é sintetizada pela flora intestinal, mas o intestino do RN é estéril ao nascimento, e só será colonizado após a amamentação (o leite materno, porém, contém níveis baixos de vitamina K).

A deficiência de vitamina K pode causar hemorragia nas primeiras semanas de vida do bebé. Este problema é chamado Doença Hemorrágica do Recém-Nascido. A administração de vitamina K logo após o nascimento para prevenir a Doença Hemorrágica do Recém-Nascido é uma prática comum, mas a via de administração mais adequado ainda é incerta.

A maioria dos serviços de obstetrícia preconiza a administração de vitamina K injetável ao nascimento, mas esta vitamina pode também ser administrada via oral.

Assim:

Via intramuscular – dose única – na face externa da coxa esquerda – após o nascimento.

Via oral – 2 mg logo à nascença com reforço de + 2 mg, entre o 4º e 7º dia de vida.

Se o RN for alimentado exclusivamente á mama, é sugerido 2º dose de 2 mg entre a 4ª e a 7ª semana de vida (num total de 3 doses).

Existem algumas situações em que o risco de hemorragia cerebral ou gastrointestinal estão aumentados: parto prematuro, trabalho de parto prolongado e partos instrumentados. Nos partos de baixo risco, fisiológicos, este risco é menor.

...

Ler mais >

Alguma dúvida ou necessidade de ajuda, poderá sempre entrar em contacto connosco

por correio eletrónico geral@planodeparto.pt ou através do formulário abaixo.

FALE CONNOSCO

Toda sugestão ou comentário a respeito do nosso conteúdo são bem-vindos.


Agradecemos que nos envie pelo correio eletrónico geral@planodeparto.pt.

Parceiros